Linha-férrea do Tua




Linha-férrea do Tua

Após vários problemas quanto à definição dos traçados das linhas na região do Minho e Trás-os-Montes, foi aberto concurso, para a construção da Linha do Tua, pela carta de lei de 26-04-1883.
O I.º troço desta linha, entre Tua e Mirandela foi inaugurado em 29-09-1887 com a presença da família real.
Ao acto inaugural assistiu Sua Majestade o Rei D. Luís, que se fazia acompanhar do infante D. Afonso e do Ministro das Obras Públicas, Barjona de Freitas.
O comboio real foi rebocado pela locomotiva n.º 1, que recebeu o nome de "Trás-os-Montes", e que foi pilotada pelo Chefe da Exploração, Eng. Dinis Moreira da Mota.
Na estação do Tua compareceram as Câmaras Municipais de Alijó, Carrazeda e Pesqueira e em Mirandela aguardavam Sua Majestade, o Sr. Governador Civil e Bispo de Bragança, as Câmaras Municipais de Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Bragança, Valpaços, Vila Flor e Alfândega da Fé, acompanhados de seis bandas de música e de milhares de pessoas.
Feitas as apresentações oficiais, houve recepção nos Paços do Concelho... Sua Majestade... o Infante e suas comitivas, foram hóspedes do Conde de Vinhais... Mirandela começou a sentir o progresso, motivado pelo caminho-de-ferro.
Acrescente-se que a locomotiva citada, construída por Emil Kessler - Esslingen, na Alemanha, em 1887, encontra-se preservada na Secção Museológica de Bragança com o n.º CP E81.
Bragança, capital de distrito não podia deixar de ter o seu caminho-de-ferro, apesar do difícil concerto sobre o prosseguimento da linha.
No ano de 1906, em 14 de Agosto, Rossas recebeu o comboio, sendo o "velho" desejo satisfeito, com a chegada da composição a Bragança, em 01-12-1906.
Em 1947, a Linha do Tua passa a ser explorada pela CP no seguimento de um processo de unificação da exploração da rede ferroviária nacional.
Os estudos desta linha, assim como a sua construção, ficaram considerados como dos mais notáveis trabalhos da engenharia portuguesa. João da Cruz do concelho de Carrazeda foi o seu principal obreiro.
Em 01-01-1990 o troço entre Mirandela e Bragança é encerrado.
Em 28-06-1995 é entregue à empresa do Metro de Mirandela a exploração o troço entre Mirandela e Carvalhais, numa extensão de 4,1 km.
Em 21-10-2001 é entregue a exploração da restante linha (Tua a Mirandela) à empresa do Metro de Mirandela.

Um comentário:

José disse...

Carrazeda de Ansiães tem muito património, que dá para encher muitas maravilhas. Mas destas, destaco a linha férrea do vale do Tua, que atravessa encostas aparentemente impossíveis, uma paisagem agreste mas deslumbrante e demonstra a capacidade e vontade dos antigos habitantes desta região. Note-se que esta linha foi construída há 120 anos, entre 1884 e 1887, apesar de todas as contrariedades.
Foi naquela época um triunfo da engenharia portuguesa, é ainda hoje um monumento á capacidade de realização dos nossos antepassados. É uma via férrea de montanha das mais belas do mundo.